5 doenças transmitidas pelos pombos urbanos

0
48


Os pombos são animais muitos frequentes em qualquer cidade, mas podem ser um perigo para a saúde humana, uma vez que podem transmitir várias doenças, conhecidas como zoonoses, como a criptococose ou a salmonelose, por exemplo.

No entanto, a transmissão deste tipo de doenças acontece principalmente através do cocô e, por isso, embora não seja necessário eliminar os pombos, é preciso ter cuidado para evitar o contato direto com as fezes. Além disso, é importante que as cidades façam uma limpeza adequada das fezes, já que, quando secam, podem virar poeira e acabar sendo inaladas pelas pessoas e o agente infeccioso responsável pela doença pode ficar fixado aos pulmões, trazendo complicações.

As principais doenças transmitidas pelos pombos são:

1. Criptococose

A criptococose é uma das principais doenças transmitidas pelos pombos urbanos e é causada por um fungo que vive e se desenvolve nas fezes, o Cryptococcus neoformans. Quando esporos desse fungo são inalados, há comprometimento inicial do pulmão e à medida que o fungo se desenvolve, consegue espalhar para outros locais do corpo por meio da corrente sanguínea, podendo atingir o sistema nervoso e resultar em meningite, que é uma grave complicação da criptococose.

O Cryptococcus neoformans é considerado um fungo oportunista, ou seja, o desenvolvimento da doença acontece quando o sistema imunológico encontra-se comprometido, principalmente por causa da infecção pelo vírus HIV. Assim, dependendo do sistema imunológico da pessoa pode haver ou não desenvolvimento da doença e variação da gravidade dos sintomas.

Anúncio
Liberdade Financeira de Verdade!

Principais sintomas: Os sintomas de criptococose variam de acordo com o grau de comprometimento do sistema imunológico da pessoa, no entanto os mais comuns são sensação de falta de ar, espirros constantes, coriza, fraqueza e dor pelo corpo todo. Saiba reconhecer os sintomas de criptococose.

O que fazer: É recomendado que a pessoa se dirija ao pronto socorro para que seja confirmado o diagnóstico, uma vez que os sintomas são semelhantes a muitas outras doenças, inclusive gripe, e, assim, seja iniciado o tratamento, que é feito com o uso de antifúngicos como Anfotericina B ou Fluconazol por 6 a 10 semana de acordo com a orientação médica.

2. Salmonelose

Embora a salmonelose seja mais frequente após a ingestão de alimentos mal lavados ou mal preparados, a transmissão da bactéria Salmonella também pode ocorrer devido ao cocô dos pombos. Isso acontece porque quando as fezes secam e viram poeira, podem ser transportadas pelo vento e ficar presas em frutas e vegetais que, se não forem bem lavados, podem contaminar as pessoas.

Principais sintomas: Os sintomas de salmonelose são normalmente gastrointestinais, podendo haver náuseas e vômitos por mais de 24 horas, diarreia intensa, febre baixa e dor de barriga constante.

O que fazer: Na maioria das vezes os sintomas melhoram após 3 dias, sendo apenas recomendado ficar de repouso em casa, fazer refeições leves e beber bastante água. Porém, se os sintomas não melhorarem, deve-se ir ao médico para que seja iniciado tratamento com antibiótico e administração de soro diretamente da veia para prevenir a desidratação.

3. Encefalites virais

Os pombos são um dos reservatórios mais importantes para vírus como o vírus do Nilo Ocidental ou da encefalite de São Luís. Estas doenças podem infectar o sistema nervoso e causar diferentes sintomas, incluindo perda de consciência e risco de morte. Este tipo de encefalites são transmitidas pelos mosquitos, que após picar os pombos, podem picar os humanos e passar o vírus.

Principais sintomas: Os sintomas variam de acordo com o vírus e gravidade, no entanto sintomas frequentes são forte dor de cabeça, febre alta e convulsões, por exemplo.

O que fazer: É recomendado ir imediatamente ao pronto socorro para fazer o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado, que normalmente inclui o uso de antipiréticos, como o Paracetamol e anticonvulsivantes, como a Carbamazepina. Saiba mais sobre a encefalite e seu tratamento.

4. Infecção por Escherichia coli

A Escherichia coli, também chamada de E. coli, é uma bactéria que vive no intestino dos humanos, mas que também está presente em grande quantidade nas fezes dos pombos. Para evitar este tipo de infecção é importante lavar as mãos depois de estar num ambiente com pombos, como parques, por exemplo.

Principais sintomas: Assim, como a salmonelose, os sintomas da infecção por E. coli são intestinais, podendo haver dor abdominal, cansaço excessivo, náuseas, vômitos e diarreia. Aprenda como identificar os sinais de infecção por E. coli.

O que fazer: Em muitos casos a infecção por Escherichia coli pode ser tratada em casa com repouso, ingestão de água e alimentação com alimentos leves. Porém, se os sintomas forem muito intensos, se piorarem ou se surgirem em crianças ou idosos, é importante ir ao pronto socorro para iniciar o uso de remédios que melhoram os sintomas enquanto o corpo combate a infecção.

5. Toxoplasmose

A toxoplasmose é uma doença muito associada às fezes dos gatos, mas que também pode ser transmitida através do contato com as fezes dos pombos, e é causada pelo parasita Toxoplasma gondii ou T. gondii. Embora em pessoas saudáveis o parasita desta doença não cause qualquer sintoma, em pessoas com o sistema imune enfraquecido, como grávidas, idosos, crianças, que encontram-se em tratamento para o câncer ou portadores do vírus HIV pode causar infecção mais grave.

Principais sintomas: Na maioria dos casos, a toxoplasmose não causa sintomas, sendo mais frequente de serem percebidos nas pessoas que possuem o sistema imunológico mais comprometido, podendo surgir sintomas semelhantes ao de uma gripe ou resfriado. No entanto, à medida que a doença se desenvolve, pode haver febre, aparecimento de manchas vermelhas pelo corpo, dor muscular e nas articulações e cansaço excessivo.

O que fazer: O tratamento para toxoplasmose deve ser feito assim que surgirem os primeiros sintomas da doença e varia de acordo com o tipo de toxoplasmose que a pessoa possui. Entenda como é feito o tratamento para toxoplasmose.





Fonte do Artigo
Tag:
#emagrecimento #dieta #emagrecer #fitness #saude #vidasaudavel #reeduca #nutricao #fit #foco #alimentacaosaudavel #lowcarb #treino #oalimentar #gym #academia #emagrecercomsaude #nutricao #dietasemsofrer #comidadeverdade #foconadieta #alimenta #perderpeso #qualidadedevida #hipertrofia

Anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here