Chia Faz Mal Para os Rins?

0
7


Você
provavelmente já deve ter ouvido falar das sementes de chia. Originárias do
México, elas são conhecidas em muitos lugares como um alimento saudável.

E não é que elas são nutritivas mesmo? Ricas em antioxidantes, as sementes de chias também servem como fonte de carboidratos, fibras, proteínas, manganês, magnésio, ferro, fósforo, potássio, cálcio, zinco, cobre, vitamina A, vitaminas do complexo B, vitamina D e vitamina E, todos compostos importantes para o nosso organismo funcionar apropriadamente.

Mas será que mesmo fornecendo tantos nutrientes para nosso organismo, é verdade que a chia faz mal para os rins ou isso não passa de um mito?

Os rins

Antes de entendermos se a chia faz mal para os rins, vamos conhecer a importância desse órgão para o nosso organismo?

Pois
bem, os rins são responsáveis por tarefas como a produção de hormônios, a
absorção de minerais, a filtragem do sangue, a produção de urina e a excreção de
resíduos como toxinas, excesso de sais e a ureia, que é um resíduo criado pelo
metabolismo celular.

Anúncio
Liberdade Financeira de Verdade!

Eles também atuam no equilíbrio do nível de água do organismo e na regulação da pressão arterial, dos glóbulos vermelhos do sangue e de ácido no corpo humano.

E então, a chia faz mal para os rins?

De acordo com uma publicação da Kidney Cares Community (Comunidade de Assistência aos Rins, tradução livre) da China, apesar de todo o seu conteúdo nutricional, as sementes de chia devem ser evitadas pelos pacientes que foram diagnosticados com doenças nos rins.

A organização explicou que isso acontece porque as sementes de chia apresentam um nível abundante de proteínas, que é muito maior do que o leite, por exemplo.

Segundo um portal que disponibiliza informações nutricionais a respeito de diversas comidas e bebidas, uma porção de 100 ml de leite integral da marca Italac apresenta 2,9 g de proteínas, enquanto uma porção de duas colheres de sopa ou 30 g de sementes de chia da marca Arma Zen são compostas por 6 g de proteínas.

Conforme informou a Kidney Cares Community, as proteínas de origem vegetal produzem uma quantidade mais elevada de resíduos do que a carne, o que aumenta a carga colocada nos rins para filtrar esses resíduos para fora do organismo.

Para a instituição, os teores de potássio e de fósforo das sementes de chia também são muito elevados. A Kidney Cares Community alegou que uma ingestão muito elevada de fósforo pode provocar coceira na pele, ao mesmo tempo em que consumir bastante potássio pode causar batimentos cardíacos irregulares e fraqueza.

Insuficiência renal

No
site da Fundação Nacional dos Rins dos Estados Unidos, um internauta questionou
se os pacientes diagnosticados com insuficiência renal podem consumir as
sementes de chia.

A resposta publicada afirmava que não se conheciam estudos a respeito da utilização das sementes de chia para os pacientes que são submetidos ao tratamento da diálise e que o nutricionista da unidade de diálise na qual o paciente com insuficiência renal recebe o tratamento é quem deve ser consultado a respeito disso. 

De
acordo com informações da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), a diálise é
um procedimento que pode ser utilizado dentro do tratamento da insuficiência
renal aguda.

Cálculo renal (pedra nos rins)

As sementes de chia são um alimento proteico que pode contribuir com a elevação dos riscos de formação de cálculos renais de sais de cálcio.

Entretanto, o fato das sementes de chia aumentarem esses riscos não quer dizer que o alimento não possa ser ingerido de uma maneira equilibrada. Se você tem propensão ou já teve pedras urinárias, é aconselhável consultar um nefrologista.

Cuidados importantes

Se você já ouviu do médico que sofre com qualquer doença nos rins ou que tem propensão ao desenvolvimento de qualquer condição que afeta os rins, deve questionar o profissional a respeito de como deve ser a sua dieta para evitar o desenvolvimento desses problemas ou auxiliar o tratamento da doença em questão.

Durante essa conversa, você deve aproveitar para perguntar ao médico se a chia faz mal para os rins e como deve utilizá-la na sua alimentação, considerando as particularidades do seu caso, visando a boa saúde dos seus rins.

De
acordo com informações, os primeiros sintomas de problemas nos rins costumam
incluir a diminuição da quantidade de urina expelida, o inchaço exagerado nas
pernas e o cansaço constante.

Se você experimentar esses sintomas, deve procurar um médico para receber o diagnóstico e dar início ao tratamento apropriado, caso seja necessário. Entretanto, esses sintomas são raros e nem todos podem apresentar esses sinais.

Portanto,
a melhor maneira de checar a saúde dos rins – e de todo o organismo – é fazer
consultas médicas regulares e realizar aqueles exames de rotina que os médicos
costumam pedir como o de urina e o de sangue ou um ultrassom ou tomografia
computadorizada, caso o profissional julgar necessário.

Esses exames são especialmente importantes para aqueles pacientes que sofrem com doenças como diabetes e pressão arterial alta, são idosos ou têm histórico de insuficiência renal na família, já que eles sofrem com um risco mais elevado de desenvolver alterações nos rins.

Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar que chia faz mal para os rins? Tem o costume de consumir chia na dieta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading…





Fonte do Artigo
Tag:
#emagrecimento #dieta #emagrecer #fitness #saude #vidasaudavel #reeduca #nutricao #fit #foco #alimentacaosaudavel #lowcarb #treino #oalimentar #gym #academia #emagrecercomsaude #nutricao #dietasemsofrer #comidadeverdade #foconadieta #alimenta #perderpeso #qualidadedevida #hipertrofia

Anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here