O impacto do emagrecimento na pele do rosto

0


Anúncio

Muitas pessoas se preocupam com a aparência física durante o processo de emagrecimento. Exercícios para que os braços fiquem torneados e sem os famosos “tchauzinhos”, abdominais para que a barriga não fique flácida e uma sequência de agachamentos para deixar as pernas definidas. Mas qual é o impacto do emagrecimento na pele do rosto e na sua saúde?

O emagrecimento faz com que haja o rompimento das fibras de colágeno e elastina, que são responsáveis pela firmeza e sustentação da pele. Sendo assim, ocorre a flacidez e facilita o aparecimento das rugas

A perda de peso saudável ocorre com a diminuição gradual da gordura presente no corpo, mas muitas vezes também implica na perda de massa magra, quando associada ao emagrecimento rápido. “Tanto a gordura quanto o músculo são importantes para estruturação da pele, mas com o aumento de volume do tecido adiposo ocorre também o estiramento da pele. Esse processo faz com que haja o rompimento das fibras de colágeno e elastina, que são responsáveis pela firmeza e sustentação, sendo assim ocorre a flacidez e facilita o aparecimento das rugas”, explica a farmacêutica especialista em ativos e vice-presidente da Galena, Claudia Coral.

A diminuição de medidas pode também evidenciar as olheiras, deixando-as mais escuras pela falta de adiposidade, que faz com que os vasos e colaterais se tornem mais visíveis.

E a especialista em dermatocosmética e CEO da Ellementti Dermocosméticos. Dr. Fernanda Chauvin pontua mais um fator “O aumento de peso gera um estiramento da pele, quando ocorre uma perda de peso rápida a pele que sofreu um estiramento durante o ganho de peso não consegue retornar de forma normal, causando uma flacidez tissular que leva ao aumento de linhas e rugas.” Além disso, a diminuição de medidas pode também evidenciar as olheiras, deixando-as mais escuras pela falta de adiposidade, que faz com que os vasos e colaterais se tornem mais visíveis.  

A gordura que se encontra na face está localizada na camada hipodérmica da pele (logo abaixo da derme, sendo considerada a sua camada profunda) e ajuda a manter a elasticidade. Quando a perdermos, a pele perde sua densidade, ganhando uma aparência mais envelhecida com linhas, rugas e flacidez. “As pessoas envelhecem ao perderem peso porque existem os coxins naturais de gordura em nosso rosto, responsáveis por dar sustentação à derme e quando se perde muito peso, além das gorduras necessárias, também há perda das gorduras essenciais, como esses coxins de gordura, que são considerados bons”, completa a dermatologista Priscila Camara de Camargo. 

Mas então, como cuidar do rosto durante o emagrecimento?

Conforme emagrecemos, nossa pele também perde colágeno. Isso acontece pois com o estiramento ocorre também o rompimento das fibras de colágeno e elastina, que são responsáveis pela firmeza e sustentação. O ideal é fazer uso de colágeno hidrolisado oral, de protetor solar três vezes ao dia, de antioxidantes e de retinol na rotina de skincare. “Como rotina, indico pela manhã: higienizar, aplicar uma água hidratante, um serum antiaging hidratante e protetor. Já para a noite indico: fazer dupla limpeza, aplicar serum antiaging com ativos como retinol, e produtos específicos para área dos olhos e pescoço”, diz Fernanda Chauvin.

Continua após a publicidade

O mais indicado é começar um tratamento preventivo, adaptando sua rotina de skincare antes do processo de emagrecimento. Boas formas de atenuar o problema é conciliar a dieta com uma rotina de aplicação de cremes antienvelhecimento de composição com ação antioxidante, como vitamina C, E e resveratrol, que aumentam a firmeza e dão luminosidade à pele. A aplicação de cremes com retinoides leva a um aumento da produção de colágeno, ajudando a combater a flacidez.  “Há um arsenal de produtos cosméticos manipulados que podem ser utilizados, mas não podem faltar os nutricosméticos, que são os produtos para a beleza da pele de uso oral, que atuam de dentro para fora”, comenta Claudia Coral.

Também deve-se ressaltar a importância da utilização de micronutrientes para o cuidado com a pele após o emagrecimento. Neste contexto destaca-se o papel do silício, que apesar de ser encontrado em alimentos, como cereais integrais, não é absorvido de maneira eficaz pelo nosso organismo. “O Nutricolin®, ácido ortosilícico estabilizado em colina, é uma fonte de silício mais biodisponível, que atua estimulando as proteínas da beleza, como colágeno, elastina e queratina, favorecendo a sustentação e firmeza da pele”, continua Claudia. Veja abaixo uma indicação de Boa Forma para esse suplemento.

oleo-de-figado-de-bacalhau-3x-60-capsulas-maxinutri-D_NQ_NP_964904-MLB31688080793_082019-F O impacto do emagrecimento na pele do rosto
Amazon/Divulgação

Silício – 3 unidades de 60 cápsulas – Maxinutri. Compre aqui.

Tratamentos em clínica

Em clínica, há opções para prevenção e tratamento do problema, como:

  • radiofrequência,
  • ultrassom microfocado,
  • preenchimento com ácido hialurônico,
  • mesoterapia,
  • peelings,
  • lasers.

A radiofrequência e o ultrassom microfocado são boas opções para a flacidez leve a moderada, enquanto os preenchedores representam uma boa estratégia para devolver um pouco do volume perdido com o processo de emagrecimento. Mas a dermatologista Antonella Murad reforça que apenas seu médico vai saber qual é o indicado a você. Então procure seu dermatologista antes de começar qualquer tratamento.

  • Continua após a publicidade



  • Fonte do Artigo

    Anúncio

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here