O que é Parassonia e como é feito o tratamento

0
17


As Parassonias são transtornos do sono que se caracterizam por experiências, comportamentos ou eventos psicológicos anormais, que podem ocorrer em várias fases do sono, durante a transição entre o sono-vigília, o sono ou o despertar. O sonambulismo, terrores noturnos, bruxismo, pesadelos e transtornos de movimento, são exemplos de parassonias que devem ser tratadas de forma específica, caso condicionem a vida da pessoa.

As parassonias no início da infância são comuns e normais, e normalmente não é necessário tratamento, sendo geralmente suficiente tranquilizar a criança, já que maior parte das parassonias tende a desaparecer durante a adolescência. No entanto, algumas parassonias podem ser sinal de que a pessoa está a viver um problema ou insegurança, e outras persistem durante anos, podendo estar associadas a estresse e ansiedade, por isso, nestes casos, é muito importante identificá-las e falar com o médico.

Tipos de parassonias

Algumas das parassonias mais comuns são:

1. Despertar confusional

O despertar confusional caracteriza-se por situações em que a pessoa acorda confusa, desorientada no tempo e no espaço, respondendo lentamente, com perda de memória, o que ocorre geralmente durante o sono profundo, no primeiro período da noite, podendo durar cerca de 5 a 15 minutos.

Esta parassonia é mais comum em crianças e em jovens, e as causas que podem estar na sua origem são a privação do sono, distúrbios do ritmo circadiano, como jet lag ou mudança de escola ou trabalho, uso de medicamentos, álcool ou tabaco ou sofrer de distúrbios psicológicos ou metabólicos.

Anúncio
Liberdade Financeira de Verdade!

2. Sonambulismo

O sonambulismo é uma parassonia que ocorre geralmente cerca de 1 a 2 horas após a pessoa adormecer, em que a pessoa se levanta da cama e caminha durante o sono, podendo incluir outros comportamentos inapropriados, como urinar, mexer em objetos ou comer, por exemplo.

O sonambulismo pode não ter uma causa específica ou ser provocado pela toma de medicamentos, febre ou ruído, por exemplo. Saiba como identificar e como lidar com o sonambulismo.

3. Terrores noturnos

Os terrores noturnos caracterizam-se por um despertar com gritos ou choro, uma a duas horas depois de adormecer, que ocorrem geralmente em crianças entre os 4 e os 12 anos, sendo acompanhados de outros sintomas, como medo, taquicardia, vermelhidão da pele, confusão e desorientação.

Saiba mais sobre os terrores noturnos e veja o que fazer.

4. Pesadelos

Os pesadelos são episódios assustadores que ocorrem durante a fase de sono REM, muito comum em crianças e adolescentes. 

Os pesadelos podem ocorrer sem causa aparente, podendo, em alguns casos, ser desencadeados por medos, estresse ou ansiedade. No entanto, também podem ser causados devido ao uso de certos medicamentos, estresse pós-traumático, problemas respiratórios ou distúrbios psiquiátricos, por exemplo. Saiba como evitar os pesadelos.

5. Paralisia do sono

A paralisia do sono consiste na incapacidade para realizar movimentos antes de adormecer, durante o sono ou ao acordar, sendo que a pessoa apenas consegue mover os olhos, podendo ainda ter alucinações assustadoras.

Embora esta parassonia seja mais comum em adolescentes e adultos, pode, em alguns casos ocorrer em crianças e pode estar associada com estresse ou maus hábitos de sono. Saiba o que fazer para evitar a paralisia do sono.

6. Bruxismo noturno

O bruxismo consiste no ato inconsciente de apertar ou ranger os dentes constantemente, levando ao desgaste dos dentes, dor nar articulações e dor de cabeça ao acordar.

Esta parassonia pode ser causada por fatores genéticos, neurológicos ou respiratórios, como ronco e apneia do sono, ou estar relacionado com fatores psicológicos, como estresse ou ansiedade. Além disso, o consumo excessivo de cafeína, álcool, fumo ou o uso frequente de drogas também pode aumentar a frequência do bruxismo. Saiba em que consiste o tratamento do bruxismo.

7. Enurese noturna

A enurese noturna é definida pela perda de urina involuntária frequente, durante a noite, em crianças com mais de 3 anos de idade, que pode estar relacionado com atrasos no crescimento, problemas mentais, estresse ou doenças, como a diabetes, por exemplo.

Saiba mais sobre a enurese noturna e o que fazer para evitar.

Como é feio o tratamento

Cada parassonia deve ser tratada de forma específica, porém, evitar o estresse e fazer uma boa higiene do sono, são medidas que podem evitar qualquer uma delas.

Na maior parte dos casos, não é necessário tratamento farmacológico, no entanto, a toma de medicamentos pode-se justificar se os sintomas forem severos, se condicionarem a vida da pessoa, e se persistirem, mesmo depois de adotadas outras medidas.

Assista o vídeo seguinte e saiba quais as posições que ajudam a dormir melhor:

MELHOR POSIÇÃO PARA SONO PERFEITO

11 mil visualizações





Fonte do Artigo
Tag:
#emagrecimento #dieta #emagrecer #fitness #saude #vidasaudavel #reeduca #nutricao #fit #foco #alimentacaosaudavel #lowcarb #treino #oalimentar #gym #academia #emagrecercomsaude #nutricao #dietasemsofrer #comidadeverdade #foconadieta #alimenta #perderpeso #qualidadedevida #hipertrofia

Anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here