Tomar Colágeno Hidrolisado Antes de Dormir Faz Bem?

252


Você provavelmente já conhece os benefícios do colágeno para ter uma pele mais bonita. Mas será que o horário faz diferença nos resultados obtidos? Por exemplo, tomar colágeno hidrolisado antes de dormir faz bem?

Apesar de os especialistas afirmarem que não há momento ruim para consumir o colágeno, existem relatos de que tomar o colágeno hidrolisado antes de dormir pode fazer toda a diferença.

Anúncio

Vamos então analisar se tomar colágeno hidrolisado antes de dormir faz bem mesmo e mostrar quais são alguns dos principais benefícios que esse suplemento pode proporcionar.

Colágeno hidrolisado

A proteína mais abundante no corpo humano é o colágeno. Ela está presente naturalmente na composição dos tecidos conjuntivos de diversas partes do corpo como os tendões, os ligamentos, os músculos e a pele. Trata-se, portanto, de uma proteína muito importante que atua estruturando a pele e fortalecendo os ossos do corpo.

O colágeno é uma proteína que
contém diversos aminoácidos importantes para o organismo como a glicina, a
prolina e a hidroxiprolina que chegam a compor, juntas, até 50% dos aminoácidos
presentes no suplemento.

Embora seja uma proteína natural
que o nosso corpo é capaz de sintetizar, os suplementos de colágeno têm se
tornado cada vez mais populares.

Existem várias formas de colágeno, mas as versões hidrolisadas são as melhores para consumo, já que em tais suplementos o colágeno já foi “quebrado” em pedacinhos pequenos que facilitam a absorção pelo organismo.

Além dos suplementos, também existem alimentos que podem elevar a ingestão de colágeno como por exemplo a gelatina, a pele de porco e o caldo feito a partir de ossos de animais.

Alguns benefícios do colágeno hidrolisado

– Pele saudável e bonita

O colágeno é muito importante para fortalecer, hidratar e favorecer a elasticidade da pele. No entanto, de acordo com uma publicação de 2012 do periódico Dermatoendocrinology, conforme o tempo passa, o corpo produz cada vez menos colágeno, o que pode deixar a pele ressecada e promover o surgimento de rugas e outras marcas de expressão.

Muitos estudos mostram que
suplementos contendo colágeno podem ajudar a retardar o envelhecimento da pele,
reduzir as rugas e inibir o ressecamento.

Um estudo publicado em 2014 na
revista científica Skin Pharmacology and Physiology com mulheres que
usaram um suplemento contendo de 2,5 a 5,0 gramas de colágeno durante 8 semanas
constatou um aumento significativo na elasticidade e uma redução no
ressecamento da pele.

Uma outra publicação de 2015 do
periódico Journal of Medical Nutrition & Nutraceuticals atestou que
o uso de suplementos de colágeno por 12 semanas – também por mulheres –
resultou em uma pele mais hidratada e em uma suavização das rugas.

Uma pesquisa ainda mais recente
publicada em 2018 na revista Nutrients mostra que o uso de suplementos
orais de colágeno pode reduzir as rugas e deixar a pele mais hidratada e
elástica.

Tomar o colágeno hidrolisado por si só não deixa a pele bonita como em um passe de mágica, já que os aminoácidos ingeridos precisam se recombinar dentro do organismo para que o colágeno seja formado. No entanto, esses estudos indicam que os suplementos podem ajudar a estimular a produção de colágeno e de outras proteínas que participam da composição da pele como a elastina e a fibrilina, que deixam a pele mais elástica e firme.

Além disso, há relatos de que o
colágeno pode prevenir problemas de pele como a acne, mas não existem
evidencias científicas contundentes sobre o tema.

– Prevenção da perda óssea

O colágeno ajuda a manter os ossos fortes e como vai se deteriorando com o passar dos anos, a massa óssea também pode diminuir, causando doenças como a osteoporose.

Estudos como o publicado em 2000
no periódico Seminars in Arthritis and Rheumatism indicam que
suplementos de colágeno podem ajudar a inibir a degradação óssea no organismo.

Uma pesquisa de 2015 publicada no Journal
of Medicinal Food
, por exemplo, atestou a redução de proteínas no sangue
que promovem a degradação óssea em mulheres que tomaram suplementos de cálcio e
colágeno por 12 semanas, o que mostra que o colágeno pode ser de grande ajuda
para prevenir a osteoporose em mulheres que estão na pós-menopausa.

– Alívio da dor nas articulações

O colágeno ajuda a manter a cartilagem que protege as articulações em boas condições. Um estudo de revisão publicado em 2006 no periódico Current Medical Research and Opinion mostra que, conforme envelhecemos, a quantidade de colágeno no corpo diminui e aumenta o risco de doenças articulares degenerativas como a osteoartrite surgirem. Estudos sugerem que suplementos de colágeno podem aliviar alguns sintomas da osteoartrite e diminuir a dor nas articulações.

Outra pesquisa publicada em 2008
por esse mesmo periódico avaliou atletas que tomaram suplementos de colágeno
durante 24 semanas e foi constatado que o grupo que usou o colágeno relatou uma
redução significativa na dor articular.

A teoria dos cientistas é que o
colágeno pode se acumular na cartilagem e estimular os tecidos ao redor a produzir
ainda mais colágeno, o que resultaria em uma redução da inflamação e em um
melhor suporte para as articulações.

– Aumento da massa muscular

Uma
publicação de 2011 da revista Muscle & Nerve mostra que o colágeno é
uma das proteínas que compõem os músculos e que é necessária para fortalecer a
massa muscular e manter os músculos em pleno funcionamento.

Os cientistas envolvidos no estudo publicado pelo The British Journal of Nutrition em 2015 acreditam que tomar colágeno pode estimular a síntese de proteínas como a creatina, além de estimular o aumento da massa magra depois da atividade física.

– Coração forte e saudável

Alguns pesquisadores concordam que
o colágeno pode reduzir o risco de doenças relacionadas ao coração. Isso porque
o colágeno também faz parte da estrutura das artérias que levam sangue do
coração até o resto do corpo e sem o colágeno elas podem ficar frágeis.

Conforme resultados publicados em
2017 no Journal of Atherosclerosis and Thrombosis, o consumo de colágeno
durante 6 meses foi capaz de reduzir as medidas de rigidez arterial e de
aumentar os níveis de colesterol HDL (colesterol bom) em até 6%.

– Mais benefícios

O colágeno também parece ser bom
para melhorar a digestão, para promover a longevidade, para melhorar as funções
cognitivas, para promover a perda de peso e para fortalecer unhas e cabelo. No
entanto, não existem estudos que comprovem por completo esses possíveis
benefícios.

Tomar colágeno hidrolisado antes de dormir faz bem?

A presença de glicina no colágeno parece ter relação com a melhoria da qualidade do sono. Segundo uma pesquisa publicada em 2012 no periódico científico Frontiers in Neurology, o uso de 3 gramas de glicina cerca de 1 hora antes de dormir beneficia o sono. Como o colágeno é rico em glicina, teoricamente ele ajuda a dormir e a manter o sono.

Uma pesquisa publicada em 2007 na
revista Sleep and Biological Rhythms já mostrava que a glicina faz com
que as pessoas peguem no sono mais rápido e tenham um sono mais profundo.

Outra pesquisa publicada em 2011 no Journal of Pharmacological Sciences indica que a administração de glicina em animais aumenta a liberação de serotonina – hormônio envolvido na regulação de funções importantes como o humor e o sono – no córtex pré-frontal. Outros estudos em humanos e em animais também mostram que a glicina pode afetar os neurotransmissores e interferir na regulação do sono de uma forma positiva.

Algumas marcas do suplemento chegam a ter até 3 gramas de glicina em uma única dose, e por isso pode ser uma ótima ideia tomar o colágeno hidrolisado antes de dormir para aproveitar os seus benefícios e ainda ter um sono mais tranquilo.

No entanto, especialistas afirmam
que ainda não há dados contundentes que realmente provem que a glicina
encontrada no colágeno pode ser útil no tratamento de distúrbios do sono como a
insônia, por exemplo.

Como usar

Não há uma recomendação oficial
sobre o uso do colágeno. Mas, em geral, os estudos indicam que uma dose diária
entre 2,5 e 5,0 gramas por dia traz ótimos resultados para a saúde da pele, que
tende a ficar mais hidratada e elástica além de ficar livre de rugas.

No entanto, há estudos que mostram que doses acima de 8,0 gramas podem ser usadas para aliviar sintomas de condições como a osteoartrite, por exemplo.

Controvérsia sobre a efetividade do consumo de colágeno

Além dos suplementos, muitos alimentos contêm colágeno naturalmente e podem ser incluídos na dieta para melhorar a absorção dessa proteína.

O colágeno é naturalmente
encontrado no tecido conjuntivo de animais. Alimentos como pele de carne,
porco, frango e peixe são ótimas fontes de colágeno. Outras opções incluem o
caldo de ossos e a gelatina, que é uma substância derivada do colágeno.

Mais pesquisas ainda são necessárias para atestar se a ingestão de alimentos ricos em colágeno realmente ajuda a aumentar a quantidade da substância no corpo. Isso porque o colágeno, quando ingerido, é dividido em vários aminoácidos e peptídeos pela ação de enzimas digestivas. Essa quebra do colágeno pode fazer com que seus aminoácidos sejam usados para outras funções metabólicas ao invés da produção de colágeno.

Mesmo o colágeno hidrolisado que já está que já está dividido em partes menores pode ser utilizado pelo organismo para compor outras estruturas proteicas.

Isso significa que não há nenhuma garantia de que os aminoácidos ingeridos na forma de colágeno serão realmente aproveitados pelo organismo para esse fim, já que existem diversos outros usos para os aminoácidos no organismo – como o aumento ou reconstrução da massa muscular, por exemplo.

Dicas finais

– Reação alérgica

Também é preciso que os alérgicos a alimentos como peixes e ovos fiquem atentos com o uso de suplementos de colágeno, que podem conter traços desses produtos e que podem desencadear uma reação alérgica.

– Efeitos adversos

De acordo com um relato publicado em 2000 no periódico Seminars in Arthritis and Rheumatism, efeitos colaterais digestivos como azia e sensação de plenitude também podem ser observados em algumas pessoas.

– Segurança

Mesmo sem saber ao certo se usar colágeno hidrolisado realmente traz benefícios visíveis para a pele, o suplemento é considerado seguro e fornece uma boa quantidade de aminoácidos, que – de uma forma ou de outra – serão úteis para o organismo e para a saúde, desde que obtidos de bons fabricantes.

– Horário de uso

Quanto à questão de tomar colágeno hidrolisado antes de dormir ou durante o dia, não existem estudos que comprovem qual horário é melhor e até agora a conclusão é que a hora que o colágeno é tomado não faz nenhuma diferença em relação a absorção dos nutrientes.

Mas, se você tem dificuldades para dormir e quer testar se a glicina encontrada no suplemento pode te ajudar a pegar no sono com mais facilidade, vá em frente e conte-nos se o truque funcionou.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Referências Adicionais:

Você já tem costume de tomar colágeno hidrolisado antes de dormir ou em alguma outra hora do dia? Para que propósito toma o suplemento? Comente abaixo!

rating_on Tomar Colágeno Hidrolisado Antes de Dormir Faz Bem?rating_on Tomar Colágeno Hidrolisado Antes de Dormir Faz Bem?rating_on Tomar Colágeno Hidrolisado Antes de Dormir Faz Bem?rating_on Tomar Colágeno Hidrolisado Antes de Dormir Faz Bem?rating_on Tomar Colágeno Hidrolisado Antes de Dormir Faz Bem? (2 votos, média: 5,00 de 5)
rating_on Tomar Colágeno Hidrolisado Antes de Dormir Faz Bem?Loading…



Fonte do Artigo
Tag:
#emagrecimento #dieta #emagrecer #fitness #saude #vidasaudavel #reeduca #nutricao #fit #foco #alimentacaosaudavel #lowcarb #treino #oalimentar #gym #academia #emagrecercomsaude #nutricao #dietasemsofrer #comidadeverdade #foconadieta #alimenta #perderpeso #qualidadedevida #hipertrofia

Anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here