Tratamento para herpes labial

0
113

Para curar a herpes labial mais rapidamente, diminuir a dor, o desconforto e o risco de contaminar outras pessoas, pode-se aplicar uma pomada anti-viral, a cada 2 horas logo que os sintomas de coceira, dor ou bolhas começarem a surgir. Além das pomadas, existem ainda pequenos adesivos que podem cobrir as feridas, evitando a propagação do herpes e a contaminação de outras pessoas.

Nos casos mais graves, em que o herpes demora mais de 10 dias para desaparecer, o médico pode ainda recomendar o uso de comprimidos antivirais, para acelerar o tratamento e prevenir recidivas.

A herpes é uma infecção causada pelo vírus Herpes simplex, que não tem cura eque se manifesta através de bolhas doloridas na boca, que duram cerca de 7 a 10 dias. Esta é uma doença contagiosa, que se transmite pelo contato direto com as bolhas ou líquido, por isso, enquanto os sintomas estiverem evidentes, deve-se evitar dar beijos, especialmente em bebês, porque podem correr risco de vida. Além disso, deve-se ter em atenção que a pessoa também pode contaminar copos, talheres e toalhas que entrem em contacto com as feridas.

tratamento-para-herpes-labial_24580_l Tratamento para herpes labial

1. Pomadas

O tratamento para herpes labial pode ser orientado por um clínico geral ou farmacêutico e, normalmente, é feito com o uso de pomadas como:

  • Zovirax (aciclovir), que deve ser aplicada a cada 4 horas, durante cerca de 7 dias;
  • Dermacerium HS gel (sulfadiazina de prata + nitrato de cério), que deve ser aplicada cerca de 3 vezes ao dia, até completa cicatrização;
  • Penvir lábia (penciclovir), que deve ser aplicada a cada 2 horas, durante cerca de 4 dias;

Durante o tratamento, a pessoa deve tomar todos os cuidados para não contaminar ninguém e, por isso, não deve encostar seus lábios em outras pessoas e deve se secar sempre com a sua própria toalha e não deve compartilhar copos e talheres.

2. Curativos líquidos

Em alternativa às pomadas, pode-se usar um curativo líquido na lesão, que vai contribuir para a cicatrização e alívio da dor causada pela herpes. Além disso, este adesivo também impede a contaminação e a propagação do vírus e é transparente, sendo por isso muito discreto.

Anúncio
Liberdade Financeira de Verdade!

O exmeplo de um curativo líquido é o Filmogel para Herpes labial, da Mercurochrome, que pode ser aplicado 2 a 4 vezes ao dia.

3. Comprimidos

Os antivirais orais podem ser usados em casos mais graves e em pessoas imunocomprometidas, que correm o risco de desenvolver complicações. Além disso, podem também ser usados como tratamento a longo prazo, para prevenir recidivas, mas só se forem recomendados pelo médico.

Os medicamentos mais usados para o tratamento de herpes labial são o aciclovir (Zovirax, Hervirax), o valaciclovir (Valtrex, Herpstal) e o famciclovir (Penvir).

4. Remédios caseiros

Um bom tratamento caseiro, que pode ser usado como complemento ao tratamento consiste em comer 1 dente de alho cru por dia. Esse cuidado deve ser começado logo nos primeiros sinais de herpes e deve ser mantido até à sua cura. Além disso, outros remédios caseiros preparados com Jambú e Erva Cidreira, por exemplo, também ajudam a curar as bolhas na boca mais rápido. Veja como preparar esses remédios caseiros para herpes labial.

Comer os alimentos certos também ajuda a curar as feridinhas da herpes em menos tempo. Assista o vídeo seguinte e veja como a alimentação pode ajudar a combater a herpes:

HERPES – ALIMENTAÇÃO PARA CURAR A FERIDA E PREVENIR A INFECÇÃO

302 mil visualizações

Como tratar a herpes labial recorrente

No caso da herpes labial recorrente, que se manifesta mais de 5 vezes no mesmo ano, o tratamento deve ser feito com a aplicação da pomada indicada pelo médico, quando se começa a sentir coceira na região do lábio. Para evitar que o herpes surja tão frequentemente é recomendado:

  • Evitar o excesso de estresse e ansiedade;
  • Hidratar os lábios, especialmente quando está muito frio;
  • Evitar a exposição solar prolongada e colocar protetor solar nos lábios.

Embora o herpes labial desapareça completamente após o tratamento, ele pode voltar a surgir várias vezes ao longo da vida do paciente, especialmente em período de maior estresse ou quando a pessoa está mais tempo exposta ao sol, como num período de férias, por exemplo.

Uma outra forma de diminuir a frequência da herpes é tomar um suplemento de lisina em cápsulas. Basta tomar 1 ou 2 cápsulas de 500mg, por dia, durante 3 meses, ou segundo a orientação do dermatologista ou farmacêutico. As cápsulas devem ser tomadas quando as feridinhas da herpes estiverem melhorando, e vão impedir que elas se manifestem novamente, diminuindo também a sua intensidade.

Além disso, em alguns casos, o médico também pode recomendar um tratamento com antivirais orais.

Como é o tratamento na gravidez

O tratamento da herpes labial na gravidez e durante a amamentação deve ser feito com cautela, por isso, a mulher deve ir ao médico para que ele indique um remédio que não seja prejudicial para o bebê. Uma boa opção é usar os curativos líquidos, que não têm nenhuma antiviral na sua composição e são igualmente eficazes.

Além disso, os remédios caseiros como o própolis, também favorecem a cicatrização da ferida da herpes e ajudam a aliviar a inflamação. Veja como fazer uma ótima pomada caseira com própolis.

Os sinais de melhora do herpes labial surgem por volta dos 4 dias após o inicio do tratamento e incluem diminuição da coceira, redução da vermelhidão e cicatrização das feridas e bolhas na boca. Os sinais de piora do herpes labial são mais frequentes em pacientes que não fazem o tratamento de forma adequada e incluem surgimento de feridas da herpes em outras regiões dos lábios, no interior da boca e dor ao mastigar e engolir, por exemplo.


Fonte do Artigo

Anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here