Bela Gil: 17 dicas para uma alimentação saudável

0
29


Anúncio

Não dá para falar em estilo de vida saudável sem pensar no nome da Bela Gil (@belagil). A carioca é nutricionista, possui curso em chef de cozinha e ainda apresenta o Bela Cozinha, um programa de culinária natural no canal GNT. Bela busca manter práticas que fazem bem para o corpo, mente e planeta. Não à toa que é, hoje, referência nacional. 

Recentemente, lançou o livro Simplesmente Bela (editora Sextante, compre aqui), em que traz um compilado de 40 receitas com ingredientes mais naturais para usarmos em quatro esferas do nosso dia a dia: alimentação, autocuidado, saúde e higiene. Ela ensina, por exemplo, a preparar um repelente caseiro, a fazer máscaras de cabelo comestíveis e manipular um desengordurante de cozinha potente.

Vivemos em um mundo cada vez mais complexo e algo dentro de nós pede calma e simplicidade. E nada mais simples que dedicar um tempo ao trabalho do CUIDAR. Cuidar de si, dos outros e do planeta. Dedicar um tempo a esse trabalho fundamental para a prosperidade da vida humana na terra. Pois sem o cozinhar, limpar, curar e cuidar, a humanidade não vingaria. O meu novo livro é dedicado exatamente a esse processo”, disse em um post no Instagram. 

Trajetória de Bela Gil para uma vida saudável

Bela conta quando nasceu o interesse pelo estilo de vida saudável e sua paixão pela culinária. “Tudo começou quando decidi praticar yoga em 2004. Eu tinha 14 anos e levava uma vida típica de adolescente carioca da zona sul: escola, praia, cinema, teatro, basquete, vôlei, festas, etc.”

Por meio da prática, ela diz que desenvolveu uma nova visão de mundo, e passou a perceber que a comida a afetava física e mentalmente — tanto para o lado bom, quanto ruim. “Dependendo do que eu comida, o meu humor, foco, determinação e concentração variavam. E eu fui naturalmente evitando alimentos que me prejudicavam. Então eu concluí que a alimentação mexia com o meu corpo, mente e espírito e precisava entender melhor essa conexão entre alimentação e comportamento.”

dicas-da-bela-gil-1 Bela Gil: 17 dicas para uma alimentação saudável
Instagram/Reprodução

Ao mudar-se para Nova York, teve que aprender a “cozinhar o próprio feijão“, e não parou mais: fez um curso de culinária natural, matriculou-se em outra especialização de nutrição Ayurveda, estudou com o professor Tomio Kikuchi, em São Paulo, e terminou faculdade de nutrição na Hunter College. Ela tem propriedade no que fala! 

17 dicas da Bela Gil para uma alimentação saudável

Bela dá algumas dicas de como cuidar da alimentação (e consequentemente do corpo). “Se você conseguir adquirir alguns desses hábitos, já é um grande ganho em direção a uma vida mais saudável”, diz. Confira: 

1. ALIMENTAÇÃO PLANT-BASED

“Mantenha o pH do sangue alcalino com uma alimentação baseada em plantas, grãos e feijões”;

2. VÁ COM CALMA

“Coma devagar e mastigue muito bem os alimentos”;

3. BEBA COM MODERAÇÃO

“Evite beber líquidos nas refeições e opte por chás digestivos após as refeições”; 

4. TAMANHO DA PORÇÃO

“Quantidade altera a qualidade dos alimentos — a diferença entre o remédio e o veneno está na dose”; 

5. OUÇA SEU CORPO (ANTES DE COMER)

“Coma quando estiver com fome!”; 

6. ONDE COMPRAR

“Troque o supermercado pela feira”;

7. SAL NO SANGUE

“Controle a ingestão de sal e água”; 

Continua após a publicidade

8. OUÇA SEU CORPO (DEPOIS DE COMER)

“Autoconhecimento é tudo: perceba como você se sente após comer certos alimentos”;

9. VÁ DE ORGÂNICO!

“Compre alimentos orgânicos e locais sempre que possível”; 

10. LEIA O RÓTULO

“Restrinja ao máximo produtos industrializados, processados, congelados e com excesso de aditivos químicos. Procure sempre alimentos frescos, conservas, sopas, sucos caseiros e produtos de origem orgânica sem o uso de agrotóxicos, adubos químicos, antibióticos, hormônios e aditivos sintéticos. Leia o rótulo antes de comprar alimentos industrializados”; 

11. OPÇÃO INTEGRAL

“Use cereais (arroz, painço, trigo, milho, aveia, centeio, cevada, quinoa e amaranto) e farinhas integrais. Enriqueça farinhas brancas com cereais e sementes. Varie o consumo de cereais durante a semana”; 

12. COMO COMER FRUTA

“Prefira a fruta in natura ao seu suco. E evite consumi-las durante a refeição ou como sobremesa para não atrapalhar a digestão”; 

13. NO VAPOR

“Não cozinhe os alimentos, principalmente os vegetais, em excesso. Prefira cozinhá-los no vapor e reutilizar a água de cocção para não perder suas vitaminas”;

14. SEM PASTEURIZADOS

“Evite leite e queijos pasteurizados, dê preferência a leites e derivados crus e/ou orgânicos. Caso não haja uma restrição nutricional do consumo de leite, prefira os seus produtos fermentados como o iogurte, kefir e a coalhada, além de queijos feitos a partir do leite cru — como queijo de minas curado”; 

15. MANTEIGA X MARGARINA

“Não substitua a manteiga por margarina. Use manteiga com moderação nos pães integrais dentro de uma dieta rica em verduras, frutas e cereais integrais. Nunca frite a manteiga, prefira a gordura do coco e os óleos vegetais”; 

16. CARNE EM SEGUNDO LUGAR

“Consuma carnes (peixe, frango, vaca, porco…) e ovos com moderação e evite combiná-los com feijão numa mesma refeição, pois também são fontes de proteína e podem atrapalhar a digestão. Aprenda a utilizar a carne como o tempero do prato, e não como item principal”; 

17. OPÇÕES NÃO REFINADAS

“Use com moderação sal marinho, açúcar mascavo, mel e melado. Evite o sal e açúcar refinados.”


Compre aqui:

dicas-da-bela-gil-1 Bela Gil: 17 dicas para uma alimentação saudáveldicas-da-bela-gil-1 Bela Gil: 17 dicas para uma alimentação saudável

Livro Simplesmente Bela, por Bela Gil – Baixe pelo Kindle Unlimited ou compre a versão física aqui.

 

 


Continua após a publicidade





Fonte do Artigo

Anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here