Body positive: 10 perfis no Instagram que valem a pena conferir

0
93


Inspire-se nestas mulheres que nos ensinam a amar mais o próprio corpo

Qual o primeiro passo para ter um corpo mais saudável? Ao ouvir a pergunta, muita gente pensa em responder coisas como “praticar atividades físicas regularmente” ou “adotar uma alimentação balanceada”. E embora esses sejam hábitos essenciais para termos uma boa qualidade de vida, muitas vezes nos esquecemos de uma coisa que precisa vir antes: o amor e aceitação pelo corpo.

Anúncio

Isso mesmo. Somente ao melhorarmos a relação com a nossa imagem é que podemos cuidar de nós mesmas de uma forma saudável e sem neuras. A gente sabe, tem dias que fazer isso é mais difícil mesmo. Por isso, separamos 10 perfis que pregam o body positive para você se inspirar. Confira: 

O que é body positive? 

Em tradução livre, o termo significa “corpo positivo”. E é basicamente o que o movimento incentiva! Uma maior aceitação e carinho pelo seu corpo do jeito que ele é, seja magro, gordo, com estrias, celulites e cicatrizes! 

Perfis body positive para conferir

1 – Alexandra Gurgel (@alexandrismos

Com mais de meio milhão de seguidores, a jornalista Alexandra também cuida da conta @movimentocorpolivre, e trata de questões como a gordofobia de um jeito fácil de entender. Sua conta no Youtube (Alexandrismos), onde começou, bomba. Além disso, é autora do livro “Pare de se odiar: porque amar o próprio corpo é um ato revolucionário”. 

2 – Ju Romano (@ju_romano)

Ju começou na internet em 2009, com o blog “Entre topetes e vinis”. Lá, ela deva dicas de moda e maquiagem que sempre foram a sua marca registrada: o estilo mais retrô. E sempre encorajava as mulheres a usarem as roupas que quisessem. Hoje, ela segue inspirando no Instagram e também acumula quase meio milhão de seguidores. 

3 – Fluvia Lacerda (@fluvialacerda)

Modelo e uma das primeiras a fazer campanha para o movimento body positive aqui no Brasil, Fluvia sempre tem ótimas inspirações de looks em seu feed. Ela morou nos Estados Unidos e já afirmou não que não dá a mínima para a balança, mas se preocupa sempre com a qualidade da alimentação. 

4 – Luiza Junqueira (@luizajunquerida)

A youtuber e dona do canal Tá Querida conta que desde os 8 anos de idade já era levada em médicos e nutricionistas para ver se conseguia emagrecer. A pressão a fez odiar o próprio corpo até resolver postar um trabalho pessoal com fotos das partes que menos gostava de si mesma chamado “Espelho Torcido”. Desde então, ela começou a se aproximar do movimento e de pessoas que falam sobre isso, como a Ju Romano. 

5 – Aline Zattar (@alinezattar)

A modelo contou para nós que foram anos de não aceitação, remédios, sofrimento e depressão por não se sentir “enquadrada”. Foi depois da primeira gravidez que alguma coisa mudou e que Aline começou um processo body positive. “O certo é você se cuidar, se amar, exercitar seu templo (que é seu corpo) e o ponto alto: ter SAÚDE MENTAL”, disse.

6 – Jasmin Steiner (@marriedmomandmantras)

Depois da gravidez, é normal que o corpo mude um pouco, ou completamente. Pensando em ajudar mais mamães a entenderem e passarem por esse processo sem se odiar, a personal trainer compartilha em seu perfil suas experiências. 

7 – Sara Geurts (@sarageurts)

Sara, de 28 anos, possui uma rara síndrome denominada Ehlers-Danlos. O problema gera distúrbios na produção de colágeno, fazendo com que sua pele fique muito mais flácida do que o normal. Procurando arrecadar dinheiro para seu tratamento e trazer mais visibilidade à doença, que muitas vezes é silenciosa, Sara criou uma vaquinha online e um perfil no Instagram para postar as fotos em que aparece de biquíni. “O que sinto sobre meu corpo é como quero que as pessoas se sintam com os seus”, ela já disse.

8 – Jenna Kutcher (@jennakutcher)

View this post on Instagram

I ALMOST DELETED THIS PHOTO ❌, I was embarrassed about how I look. But here’s why I’m sharing it. Today’s version of motherhood tells us to only take the photos when we’re made up, posed, and ready. To only share the polished version of the chaos we’re living in. ✨ I don’t know about you, but my kid might question if I even existed if she saw my camera roll because like me, most moms are the one’s taking the photos, capturing the memories — and we’re usually the first ones to shy away from a photo because we don’t look perfect or the lighting isn’t right or we’re in yesterday’s sweatpants. I’ve told Drew to just take the picture. If I’m in a moment with Coco or reading to her or if we fall asleep snuggling or if we’re being silly — take the photo, preserve these memories. 📷 She’s not going to care about back fat or cellulite or stretch marks, she’s going to see a mother who made imperfect memories with her. I refuse to shy away or hide from life because it’s not polished nor perfect. Motherhood isn’t either of those! I want my girl to see that I made memories without caution, that I pranced on the beach and chased the sun and rolled in the sand with her, regardless of what it looked like. 🌊 Dad’s, take the photo. Your phones probably in your hand anyways, so point it at the woman who lives and loves behind the scenes. These moments will be your memories. Your kids will thank you someday. Tag your parent in crime below to encourage them to help you document those real life moments that someday you’ll miss. 👇🏼

A post shared by JENNA KUTCHER (@jennakutcher) on

“Você lembra com que idade começou a odiar seu corpo?” Perguntou em uma de suas postagens a nossa indicação de página para seguir. Jenna, além de fazer várias reflexões que nos fazem pensar na nossa relação com o corpo, ainda conta como a maternidade ressignificou isso para ela. 

9 – Tess Holliday (@tessholliday)

Ryann Maegen Holliday, conhecida como Tess Holliday, é modelo, blogueira e maquiadora de Los Angeles. Em 2013, ela criou a hashtag #effyourbeautystandarts, que afirma que o manequim de alguém não deve influenciar nas escolhas de moda. 

10 – Amanda la Count (@amandalacount)

Com a hashtag #breakingthestereotype, a dançarina vive compartilhando coreografias de hits do momento.





Fonte do Artigo

Anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here