É comendo de tudo que se emagrece

0
58


Restringir demais a dieta leva a um processo chamado de monotonia alimentar, que pode favorecer o ganho de peso

Por Antonio Lancha Jr.

access_time

26 set 2019, 14h41

A minha esposa, Luciana Lancha, e eu temos o costume de comer comida japonesa uma vez por semana. A cidade de São Paulo é fabulosa para isso: temos quase tantos restaurantes japoneses quanto pizzarias. Aliás, eu adoro pizza e até agora estou aguardando para dividir uma com meu amigo Theo, jornalista da SAÚDE que edita os textos desta coluna (recado dado!).

Pois bem: outro dia, estávamos sentados em um desses restaurantes quando escutamos, na mesa ao lado, a seguinte frase: “salmão é supersaudável”. De fato, o salmão é bastante nutritivo. Ele fornece boa quantidade de proteínas e gorduras poli-insaturadas na forma de ômega-3.

Anúncio
Liberdade Financeira de Verdade!

Eis que o sujeito faz o seu pedido: “Como o salmão é saudável, vou querer dez sashimis de salmão, cinco sushis de salmão e um temaki de salmão com ovas de salmão por cima”.

Ao basearmos nossa dieta em um único alimento — com suas mais variadas formas de consumo —, teremos um padrão de nutrientes homogêneo. A falta de variedade, além de monótona, deixa diversas substâncias importantes para o organismo de fora do cardápio, por mais que o alimento escolhido seja muito nutritivo.

E isso, além de não ser saudável, pode sabotar seu projeto de emagrecimento. Nosso corpo possui mecanismos extremamente elaborados no controle do consumo de alimentos, que contemplam a variedade de nutrientes ingerida nas refeições.

A monotonia alimentar predispõe o organismo a buscar todos os nutrientes que faltaram nas ingestões anteriores. Na prática, ele não vai disparar uma forte sensação de saciedade na expectativa de que você passe a comer outros alimentos, com outros nutrientes que abasteçam suas necessidades fisiológicas. Conclusão: ao ficar só no salmão em um rodízio japonês, você tende a ingerir mais calorias do que se variasse nas escolhas.

Diversifique suas opções à mesa! A saciedade surgirá mais efetivamente com um leque variado de nutrientes. E lembre-se: não existe alimento saudável e alimento não saudável. Existe alimentação saudável — e é ela que o levará rumo ao seu melhor exemplar.



Fonte do Artigo

Anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here