Pernas Inchadas: 9 causas e o que fazer para tratar

0
135


Anúncio

O inchaço nas pernas geralmente é provocado pelo acúmulo de líquidos, que geralmente se agrava no final do dia e à medida que a pessoa envelhece, devido à má circulação. 

No entanto, as pernas inchadas também podem resultar de inflamações devido a pancadas ou doenças, mas normalmente, nestes casos o inchaço é acompanhado de dor intensa e dificuldade para mexer a perna, por exemplo.

Assim, é importante consultar um clínico geral sempre que o inchaço nas pernas não melhora de um dia para o outro ou provoca dor muito forte, uma vez que pode ser sinal de algum problema de saúde que deve ser tratado adequadamente.

Pernas inchadas por acúmulo de líquidos

O tipo mais comum de inchaço nas pernas resulta do acúmulo de líquidos, que pode ser causado por:

1. Ficar muito tempo de pé ou sentado

Estar muito tempo de pé durante o dia ou passar várias horas sentado, especialmente com as pernas cruzadas, dificulta o trabalho das veias das pernas para transportar o sangue de volta para o coração e, por isso, o sangue acumula-se nas pernas, aumentando o inchaço ao longo do dia.

  • Como tratar: evitar ficar mais de 2 horas de pé ou sentado, fazendo pequenos intervalos para fazer alongamentos e movimentar as pernas. Além disso, no final do dia, pode-se ainda fazer uma massagem nas pernas ou elevá-las acima do nível do coração, para facilitar a circulação.

2. Gravidez

A gravidez é uma das principais causas de pernas inchadas em mulheres entre os 20 e os 40 anos, pois, nesta fase da vida da mulher, há aumento da quantidade de sangue no organismo. Além disso, o crescimento do útero também dificulta a circulação de sangue nas pernas, promovendo o seu acúmulo, especialmente após o 5º mês de gestação.

  • Como tratar: é recomendado utilizar meias de descanso e fazer caminhadas leves durante dia para promover a circulação sanguínea. Além disso, sempre que a mulher estiver sentada ou deitada, deve elevaras pernas com a ajuda de um travesseiro ou um banco, por exemplo. Veja outras dicas para aliviar as pernas inchadas na gravidez.

3. Envelhecimento

O inchaço nas pernas é mais frequente em pessoas idosas, porque com o avanço da idade, as válvulas presentes nas veias das pernas, que ajudam o sangue a circular, vão-se tornando mais fracas, dificultando o retorno do sangue para o coração e provocando o seu acúmulo nas pernas.

  • Como tratar: evitar estar muito tempo sentado ou de pé, fazendo pequenos intervalos durante o dia para elevar as pernas. Além disso, quando o inchaço é muito grande, pode ser necessário consultar o clinico geral, para tomar remédios que ajudam a eliminar o excesso de líquidos, como é o caso da furosemida, por exemplo.

4. Uso de remédios

Alguns remédios utilizados no tratamento de algumas doenças, como a diabetes, da pressão alta ou de situações dolorosas, por exemplo, podem provocar a retenção de líquidos e facilitar o acúmulo de líquidos nas pernas.

  • Como tratar: deve-se consultar o médico que prescreveu o medicamento para mudar o tipo de remédio, caso o inchaço surja após começar a tomar este tipo de remédios.

5. Doenças

Embora seja mais raro, algumas doenças podem provocar o acúmulo de líquidos nas pernas. Alguns exemplos são a insuficiência cardíaca, problemas renais ou doenças no fígado.

  • Como tratar: deve-se consultar o clínico geral caso surjam outros sintomas como cansaço excessivo, alterações na urina ou dor abdominal, por exemplo, para fazer o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado.

No vídeo seguinte estão algumas estratégias que podem ajudar a tratar as pernas inchadas de forma natural. Veja os passos necessários para fazer cada técnica da maneira correta:

Tratamento caseiro para PÉS INCHADOS

558 mil visualizações

Pernas inchadas por inflamação

A inflamação é a segunda maior causa de pernas inchadas, no entanto, nestes casos, a perna inchada é acompanhada de dor muito intensa e dificuldade para movimentar o membro afetado. As principais causas de inflamação incluem:

1. Pancadas

Pancadas fortes nas pernas, como cair ou sofrer um pontapé durante um jogo de futebol, por exemplo, podem provocar rompimento de pequenos vasos sanguíneos e inflamação da perna. Nestes casos, o inchaço é acompanhado de dor intensa no local, mancha negra, vermelhidão e calor, por exemplo.

  • Como tratar: deve-se aplicar uma compressa fria sobre a região para reduzir o inchaço e aliviar a dor e, caso a dor não melhore ou desapareça após 1 semana, deve-se consultar um ortopedista.

2. Artrite

A artrite é uma inflamação das articulações mais comuns em idosos, que pode provocar inchaço da pernas, principalmente em locais com articulação, como joelho, tornozelo ou quadril, sendo geralmente acompanhado por sintomas como dor, deformidade e dificuldade em executar movimentos. Veja mais sintomas da artrite.

  • Como tratar: pode-se aplicar uma pomada anti-inflamatória para aliviar o inchaço e a dor, mas o ideal é consultar um reumatologista para diagnosticar o problema e iniciar o tratamento adequado, que pode ser feito com remédios, fisioterapia e, em casos mais severos, pode ser necessário recorrer a cirurgia.

3. Fraturas

Outra causa comum de inflamação nas pernas é o surgimento, nessa região, de pequenas fraturas nos ossos, especialmente em pacientes com osteoporose ou que sofreram pancadas fortes nas pernas. Estas pequenas fraturas normalmente não provocam dor intensa como uma fratura normal, nem podem ser observadas a olho nu.

  • Como tratar: deve-se consultar um ortopedista caso se sofra de osteoporose, caso o inchaço não tenha melhorado uma semana após uma pancada ou se a dor piorar ao longo do tempo.

4. Celulite

A celulite é uma inflamação das células das camadas mais profundas da pele e, normalmente, surge quando se tem uma ferida na perna que fica infectada. Os sintomas mais comuns, além do inchaço, incluem vermelhidão intensa, febre acima de 38ºC e dor muito forte. Saiba quais as causas e como tratar a celulite infecciosa.

  • Como tratar: deve-se ir ao pronto-socorro caso os sintomas se mantenham por mais de 24 horas para fazer o diagnóstico do problema e iniciar o tratamento adequado, que normalmente é feito com antibióticos.





Fonte do Artigo
Tag:
#emagrecimento #dieta #emagrecer #fitness #saude #vidasaudavel #reeduca #nutricao #fit #foco #alimentacaosaudavel #lowcarb #treino #oalimentar #gym #academia #emagrecercomsaude #nutricao #dietasemsofrer #comidadeverdade #foconadieta #alimenta #perderpeso #qualidadedevida #hipertrofia

Anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here