Vai se exercitar na areia? Fique de olho nos cuidados para evitar lesões

0
21


O terreno irregular aumenta o risco de quedas e torções, porém, com um pouco de atenção, é possível praticar esportes no local sem se machucar

Por
Da Redação

access_time

3 jan 2019, 07h30

Com as temperaturas subindo, fica cada vez mais atrativo trocar o esporte em ambientes fechados por locais abertos, principalmente se existe a possibilidade de praticá-los na praia. Afinal, nada melhor do que uma vista incrível para incentivar ainda mais a execução dos exercícios. Porém, além da proteção necessária para o sol, se exercitar em terreno de areia exige também cuidados para evitar quedas, torções e até fraturas.

 (Pexels/Pexels)

“Pelo fato da areia ceder no momento em que a pessoa pisa sobre os grãos, ela acaba submetendo o aparelho locomotor a um estresse que ele não teria em um local plano. Ao praticar o exercício nesse terreno, ativamos grupos musculares diferentes, por isso o condicionamento físico acaba sendo maior quando o esporte é feito por lá. Porém, o problema é que nem sempre os músculos ativados estão preparados para dar o suporte necessário durante a prática. Pessoas que já possuem problemas no joelho, quadril e coluna, por exemplo, podem piorá-los. Por isso, os cuidados prévios são tão importantes“, explica o ortopedista Maurício Marteleto.

As vantagens de se exercitar na areia são muitas, pois o terreno ajuda a desenvolver mais força, resistência, maior equilíbrio e ainda apresenta menor impacto. Veja abaixo os cuidados necessários para tirar o melhor desse local sem comprometer a saúde.

Musculatura preparada

Para evitar lesões, uma dica importante é fortalecer os músculos do sistema motor que serão trabalhados no terreno arenoso antes de começar a praticar esportes na praia. Quem já possui algum problema muscular, deve também focar em preparar essas áreas para que elas não sofram com a irregularidade da areia.

Prefira a areia dura

Um dos principais problemas de treinar na areia fofa é a facilidade que o terreno oferece para torções e quedas. Por conta disso, optar por treinos na areia dura é uma alternativa. Mas, é preciso ficar atento, pois mesmo diminuindo o risco de lesões, o terreno duro acaba sendo mais inclinado, o que pode prejudicar a coluna.  

De olho no calçado

“O ideal seria treinar descalço na areia, pois o calçado também funciona como um fator de instabilidade durante a prática. Como nem sempre é possível, indicamos o uso de sapatilhas ou tênis leves”, explica Maurício.



Fonte do Artigo

Advertisement

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here